Brasil vai certificar documentos em blockchain de forma oficial

O governo brasileiro adotará oficialmente a tecnologia blockchain. A ferramenta será utilizada para dar carimbo de tempo para documentos oficiais.

Para isso, foi realizado um contrato com a multinacional brasileira Kryptus, especializada em segurança da informação. O contrato foi fechado através do Instituto de Tecnologia da Informação (ITI).

Carimbo de tempo e inovações

Um carimbo de tempo (timestamp) é um recurso que permite a certificação da existência de um documento. Isso é feito através do registro de data e hora, confirmando a validade do mesmo.

Por exemplo, imaginemos que o governo quer saber se um documento já existia às 14h29 do dia 1 de fevereiro de 2020. Para isso, basta identificar o carimbo de tempo e checar quando ele foi feito.

De acordo com o ITI, o novo protocolo de carimbo de tempo feito pela Kryptus trará uma série de inovações em relação ao sistema atual. A principal delas, naturalmente, será a inclusão da blockchain.

Além de incorporar a tecnologia de blockchain, que fará o registro de todos os dados de sincronismo e o registro das assinaturas de carimbo de tempo, o sistema será interoperável, baseado em padrões abertos.

Com isso, ele ajudará a diminuir a dependência tecnológica vertical existente hoje dentro da ICP-Brasil. O órgão atualmente viabiliza a emissão de certificados digitais para identificação virtual de pessoas físicas e jurídicas.

O novo projeto terá previsão para ser concluído nos próximos seis meses. Ou seja, ele deve ficar pronto ainda em 2021.

Democratizando o acesso a informações

Para o CEO da Kryptus, Roberto Gallo, o novo sistema vai modernizar as certificações brasileiras. Além disso, permitirá a democratização do acesso a esse sistema, devido aos seus custos menores.

“Indiscutivelmente, essa nova arquitetura do sistema vai democratizar e ajudar a acelerar a adoção das tecnologias relacionadas aos certificados digitais no Brasil, facilitando a rastreabilidade e a segurança dos dados”, disse.

Criptomoedas