Google cria escola para startups em Portugal

Google cria escola para startups em Portugal

O Google for Startups, programa criado pela Google para apoiar o crescimento de novos negócios, vai lançar uma iniciativa em Portugal destinada a startups em fases iniciais de desenvolvimento (early stages). Chama-se Startup School e vai decorrer entre os dias 8 de abril e 4 de maio.

São cinco semanas de formações online gratuitas, em que podem participar fundadores de startups e respetivas equipas. Os participantes terão acesso a ferramentas, produtos e competências que a Google considera importantes para responder aos desafios do dia a dia.

Segundo a tecnológica, a Startup School deverá conta com 10 sessões de formação sobre produtos da Google como Analytics, Ads, YouTube ou Cloud. Além disso, empreendedores locais vão partilhar as suas visões e opinião sobre temas como OKRs, trabalho remoto, obtenção de financiamento e foco internacional.

«Estamos muito entusiasmados com o lançamento do programa Startup School em Portugal», garante Sofia Benjumea, head do Google for Startups EMEA. De acordo com a responsável, a empresa tem vindo a apoiar o ecossistema português de startups ao longo dos últimos anos através de iniciativas como a Growth Academy ou o Indico Accelerator Powered by Google for Startups.

Agora, está na altura de apostar nas startups em fases iniciais de desenvolvimento, «proporcionando-lhes acesso a produtos Google, a conhecimento e contactos que irão ajudar a fazer crescer os seus negócios».

Todos os interessados em participar devem inscrever-se no website Startup School Portugal e aguardar o email com as informações de registo e ligações para o YouTube onde decorrerão as sessões de formação.

André de Aragão Azevedo, secretário de Estado para a Transição Digital, considera que «é cada vez mais evidente a importância do empreendedorismo enquanto acelerador da transição digital e fonte de inovação e competitividade». Citado pela Google, em comunicado, explica que «Portugal está ciente da importância deste setor como viveiro de novas empresas, mais competitivas e nativas digitais».

O secretário de Estado recebe, por isso, com bons olhos o novo programa de apoio da Google, que «vem ajudar a acelerar o nosso ecossistema de empreendedorismo».

Executive IT