A Microsoft tem estado a carregar o Windows 10 de novas funções e de novas apps ao longo dos anos. Estas dedicam-se a melhorar este sistema e trazer-lhes algumas novidades importantes para os utilizadores.

Claro que no meio de todas as apps que estão presentes, algumas são perfeitamente desnecessárias. Assim, a Microsoft decidiu limpar o Windows 10 e remover algumas apps. As escolhidas agora são as que dedicam ao 3D.

Microsoft começou a limpar o Windows 10 e agora vai remover o 3D

3D era o futuro há pouco tempo

Há alguns anos que o Windows 10 tem algumas apps dedicadas ao 3D. Estas prometiam mudar completamente este sistema e o que poderíamos fazer com ele. Seria a porta para os utilizadores criarem e materializarem as suas ideias, mesmo as mais complicadas.

A verdade é que o 3D parece não ter vingado de forma consistente e os utilizadores simplesmente não aderiram estas apps como fizeram com outras. As ferramentas tradicionais são ainda as usadas, sendo suficientes para o que é exigido ao Windows 10 por quem o usa de forma constante.

Microsoft começou a limpar o Windows 10 e agora vai remover o 3D

Microsoft começou a limpar o Windows 10

Assim, a Microsoft está a preparar-se para remover do Windows 10 as apps Paint 3D e 3D Viewer. Estas têm um propósito bem identificado e estão dedicadas a criar ou visualizar os objetos a 3 dimensões que são necessários.

Esta limpeza acontecerá já na próxima grande atualização do Windows 10, que se espera que chegue muito em breve. Após a sua instalação, estas apps continuam a poder ser acedidas, devendo ser instaladas da loja de apps da Microsoft.

Microsoft começou a limpar o Windows 10 e agora vai remover o 3D

Há mais apps a remover do sistema

Outra coisa que deverá desaparecer ao mesmo tempo é a pasta 3D Objects. Esta dedicava-se a receber os objetos 3D que forem criados pelo utilizador ou que sejam importados da Internet. Assim, ao serem colocados aqui, ficavam mais simples de gerir pelos utilizadores.

É curioso ver que apps como o Paint acabaram por manter-se essencial e bateram os seus substitutos. Esta limpeza segue outras que foram já feitas e que retiraram do Windows 10 algumas apps essenciais e que assim passaram para a loja da Microsoft, de onde podem ser instaladas.

SAPO