Par de meias vira token e já vale quase R$ 1 milhão ao valorizar 1.324.000%

A febre de NFTs está tomando grandes proporções, e um token prova isso. Trata-se do SOCKS, token emitido pela Uniswap.

Na quarta-feira (3), o par de meias tokenizado pela exchange descentralizada Uniswap se aproximou de R$ 1 milhão.

No momento da escrita desta matéria, o criptoativo está cotado superou os R$ 904 mil — após um aumento de 28,39% nas últimas 24h.

O par de meias mais valioso do mundo

O token surgiu como uma brincadeira de tokenização. Em 2019, a plataforma criou 500 tokens correspondentes ao mesmo número de pares de meia — chamados Unisocks. Atualmente, somente 314 estão disponíveis.

Desde os R$ 67,44 iniciais, o par de meias já valorizou 1.341.039,54%. Trata-se de uma valorização de mais de 10 mil vezes até a cotação atual.

Imagem de um par de Unisocks. Fonte: Unisocks Exchange
Imagem de um par de Unisocks. Fonte: Unisocks Exchange

Em maio de 2020, o valor de mercado do SOCKS estava em torno de R$ 250 mil. Com a super valorização ocorrida menos de um ano depois, o valor de mercado agora está na casa dos R$ 280 milhões.

A valorização explosiva, iniciada em fevereiro deste ano, pegou carona na febre dos tokens não-fungíveis. Ou como também são conhecidos, os NFTs.

Ao trocar um token SOCKS — padrão ERC-20 — por um par de meias, o detentor ganhava um NFT da meia. Com o crescente interesse em torno dessa indústria, os SOCKS valorizaram rapidamente.

Desta forma, conforme o idealizador da Uniswap explica, o preço do SOCKS inclui o valor da meia, dos custos de envio e do NFT (dentre outros).

O preço unitário do SOCKS se tornou tão alto que agora é possível até mesmo usá-lo como garantia em empréstimos.

Valorização do SOCKS desde sua criação. Fonte: CoinMarketCap
Valorização do SOCKS desde sua criação. Fonte: CoinMarketCap

“Eu garanto com meu par de meias”

A valorização do SOCKS levou a Rari Capital — empresa de gestão e governança de criptoativos — a aceitar o token como garantia de empréstimo das stablecoins DAI e USDC.

Ou seja, é possível obter dólares tokenizados dando um par de meias digitais como garantia.

A novidade foi divulgada pelo fundador do protocolo Yearn Finance, Andre Cronje, no seu Twitter.

 

Token. Fundador do protocolo Yearn Finance comenta sobre SOCKS ser usado como empréstimo. Fonte: Andre Cronje/Twitter
Fundador do protocolo Yearn Finance comenta sobre SOCKS ser usado como empréstimo. Fonte: Andre Cronje/Twitter

“Feed da Uniquote Finance atualizado.

SOCKS foi adicionado. Já pegou DAI e USDC emprestados usando meias como garantia? DeFi está ficando cada dia mais estranho.

Devo tirar o chapéu para Jack Lipstone [membro de desenvolvimento da Rari Capital].”

Outros casos relevantes

O crescimento de DeFi no criptomercado alavancou a comercialização de tokens, dentre eles os NFTs.

Investidores e artistas perceberam no ativo um novo modelo de financiamento. Um caso significativo foi do músico André Allen Anjos.

Em 2020, DJ RAC (como Anjos é conhecido) disponibilizou 100 fitas cassetes tokenizadas do seu álbum chamado BOY. O preço inicial do token era pouco maior que R$ 112.

Em poucos dias, a fita cassete tokenizada do artista quase alcançou o valor de R$ 3 mil, exibindo um aumento de 2.940%.

Cerca de 5 meses depois, em outubro do mesmo ano, a valorização do token já superava 18.000%.

Criptomoedas