Pool de participação da Cardano quer ajudar fauna brasileira

Um stake pool da Cardano, ou um pool de participação, é como um pool de mineração. Pessoas se juntam para ajudar na descentralização e manutenção da rede.

O pool de participação Adazul é um desses nós da Cardano. Segundo um comunicado encaminhado ao CriptoFácil, um dos objetivos do pool é ajudar a fauna brasileira.

A meta é, até o fim de 2021, destinar R$ 10 mil para ONGs que lutam pela preservação da fauna nacional.

Criptomoedas e meio ambiente

Segundo uma imagem encaminhada com o comunicado, além de coletar doações, o pool vai destinar 30% das recompensas mensais para ONGs.

Objetivos do Adazul
Objetivos do Adazul

Para tanto, é necessário que participantes da rede se unam ao Adazul para ampliar o pool. Apesar dos nobres objetivos, o projeto ainda está no começo e precisa da ajuda da comunidade.

As ONGs a serem ajudadas serão decididas por meio de votação mensal entre os delegadores (participantes do pool). O comunicado ressalta a transparência de todo o projeto.

Nesse sentido, serão divulgados mensalmente todos os dados envolvendo os ganhos e percentuais destinados à proteção da fauna brasileira. Os comprovantes de doação também serão públicos, veiculados nas redes sociais.

Quem está apoiando o projeto é Marcus Vinicius, embaixador da Cardano. Em uma declaração presente no comunicado, ele ressalta a importância da sustentabilidade:

“Sempre achei a sustentabilidade um objetivo bacana a ser perseguido.  Hoje, com a valorização da ADA, pensando em devolver um valor exponencial ao Meio Ambiente, começo esta parceria.

Adazul vai distribuir, de forma comprovada e transparente, 30% da recompensa dos operadores para ONGs especializadas em proteger animais ameaçados de extinção, e o melhor, são os próprios delegadores que votam nas ONGs. Definimos uma meta de US$ 2.000 em doações até o final de 2021 para essa causa.”

Segurança do pool

Sobre a segurança do pool, o comunicado ressalta todo o processo realizado. Trata-se de um fluxo de trabalho híbrido, que envolve o uso de servidores diferentes para produção de blocos.

As chaves importantes ao pool são mantidas offline, a fim de maximizar a segurança. A rentabilidade anual do pool, segundo o comunicado, é de 5% a 6%.

Além disso, o Adazul planeja aumentar os relays ativos. Atualmente, são dois deles nos Estados Unidos, mas há planos de acrescentar mais três em caso de aumento de demanda.

Atualmente, o ticker do pool é [ADABR], e seu ID é d0507160a231932b401c64a1afc8dc21e682993e2e6c0cdba129fa77.

Para integrar o Adazul, recomenda-se o uso de uma carteira oficial — Deadalus ou Yoroi. Então, basta buscar pools dentro da carteira e usar um dos identificadores do Adazul.

Criptomoedas